segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Maldita Aula!

O ponteiro de repente parou. Ela continuava a falar. Imagens bizarras saiam de sua monótona boca de professora infeliz. Fantasmas puxavam meus cachos com tanta força como se quisessem ver se eu tinha cérebro. Maldita aula! Todos pareciam dormir e eu, bem, eu continuava a sonhar.

4 comentários:

trocador disse...

troco relógios novos por sonhos antigos.

Lia Noronha disse...

Vc sempre surpreendendo...Abraço de bom fim de semana.

w.nelson disse...

expressou de forma vívida esse teu momento. ficou muito louco!
como se o ponteiro parado estivesse na beira de um abismo e relutasse em dar o próximo passo.

Vinnicius Silva disse...

Eu sonho em te conhecer!
hehe

Você escreve de um jeito tao "cuticuti"!

:)

Beijo!