terça-feira, 25 de setembro de 2007

Abraço...




Sempre tem alguém na nossa vida que se torna muito especial por dar os abraços mais reconfortantes que possamos lembrar. Na vida de qualquer um é assim. Mesmo que não queiramos ser abraçados, quando esse alguém nos dá aquele abraço apertado e quentinho é como se virássemos, naquele instante, um ser frágil, mas muito protegido.

Aquele abraço é mais forte que todas as palavras, mais eficaz que todos os gestos, mais verdadeiro que qualquer olhar. Aquele é o abraço redentor, que nos salva dos nossos maiores medos e nos faz, por segundos, os seres mais seguros do mundo.

Quem nunca se sentiu assim? Nos piores momentos, nos momentos em que sentimos mais raiva, em que não queremos sequer ser tocados por alguém, chega aquela pessoa e nos abraça, abraça tão forte que chega a doer, mas aquela é uma dor gostosa de se sentir, porque depois que somos abraçados, não achamos mais tantos motivos para odiar algo ou alguém e aquela dor, simplesmente, passa.

Na realidade, não precisa ser exatamente uma pessoa, podem ser várias... Eu, você, ele ali do lado. Qualquer um pode abraçar desse jeito, mas esse abraço só pode ser dado quando realmente temos vontade de fazê-lo, pois ele tem de ser verdadeiro, como se quiséssemos, durante aquele ato tão forte e sincero, curar o nosso abraçado de todos os maus desse mundo.

Para alguns, pode não significar nada, mas para mim, ser abraçado é melhor do que ouvir um belo discurso, ler uma carta, ou chorar escondido. É se sentir amado, protegido, como um lembrete de que devemos seguir em frente e que saibamos que sempre que precisarmos aquela pessoa estará lá para dar aquele abraço.

4 comentários:

lu disse...

O abraço é tudo...Ahm, é uma fora de dizer te amu, to afim, boa sorte...
expreçar muitos semtimentos q nao podemos ou nao temos coragem de falar!!!
:p

-UMMMM GRANDDEEEEEE,ENORMEEEE, BIGGG ABRAÇO PRA GABI!!!

bjos.^^

Patrícia Ziomkowski disse...

adorei Gabi! Muito bom o tema. Hoje em dia, o abraço está cada vez mais perdendo espaço para outras formas de se demonstrar afeto, tanto que na internet é raro vermos alguém mandando "abraços", mas sim "beijos". Então, um SUPER abraçãooo! :D

Vlademir lazo Corrêa disse...

Muito bom ler textos sensiveis como esse. Prova de que as coisas mais simples da vida sempr epodem resultar em boa literatura. Parabéns pela crônica e(como não poderia deixar de ser rss) um abraço bem forte!...

disse...

e é nesse abraço, livre de intermediários ou barreiras emocionais, que nos descobrimos incrivelmente humanos. Obrigado pelol texto, foi um abraço virtual!

me visite, ok?

http://zedascouve.blogspot.com/